[kads group="topo-1"]


A LEVEZA DO SER

A LEVEZA DO SER

No olhar em paralaxe,
substanciando o conhecimento,
o ser se alcança na extensão do próprio ser.

Fazendo a sua expressão integradora de viver,
consegue responder à sua leveza interior.

Sendo, é a dinâmica daquilo que quer ser.
Na condução, o caminho vai se abrindo.

Quando percebe os companheiros de trânsito,
descobre que não é o único na transição.

Que fantástico. Quando me enxergo, a luz me
faz a representação de meu ser em movimento.
Não sei explicar a leveza
que sinto na observação
de uma criança que nasce
e de um homem que desencarna.

Sei que sou a totalidade.

Na composição como parte,
me ilumino autenticando a essencialidade
da minha substância.

Na consciência da leveza sou a evolução.

Compartilhe: