[kads group="topo-1"]


RESILIENTE

RESILIENTE

Neste mundo unitário pela diversidade,
Debato-me no meio de máscaras.
Já há mais de meio caminho da partida,
Avalio, sofro a desilusão da mentira.

Percebo a minha identidade,
A singularidade do meu ser.
Transcendo, alcanço a grandeza do cerne do amor,
Vivo a resiliência de sua resina.

Sinto que há momentos de profundo abandono, solidão,
Tudo parece escuro, triste, enfadonho, desanimador,
Um nevoeiro frio faz pensar na morte.
O calor humano, o entendimento, as mãos entrelaçadas revelam a vida.

Ressuscitando a força do amor, tudo brilha,
A luz interior ilumina as direções para a caminhada.
A supremacia da verdade toma assento,
A inteligência caminha, se integra no universo.

 

Texto do livro “Qual será o próximo passo?” do Prof. Maury Rodrigues da Cruz

 

 

Compartilhe: