[kads group="topo-1"]


A Leitura e a Revolução Moral

A Leitura e a Revolução Moral

Durante milhões de anos da evolução humana não havia a escrita e o conhecimento progredia lentamente pela expressão oral.

Nos últimos cinco mil anos o conhecimento passou a ser registrado nos tablets de cerâmica da Babilônia, nos papiros do Egito, nos pergaminhos da idade média, nos manuscritos do Renascimento, nas tipografias modernas e agora nos computadores e tablets eletrônicos.

Escritores e leitores promoveram as ideias renascentistas; o Iluminismo; a queda das monarquias absolutistas; a revolução industrial e mais recentemente a revolução tecnológica e as redes sociais via internet.

Também será pela leitura que a espécie humana fará a revolução moral que nosso planeta necessita para tornar-se uma escola melhor para o aperfeiçoamento reencarnatório.

Paulo Wedderhoff

Compartilhe:

Sobre o Autor

Paulo Henrique Wedderhoff

Paulo Henrique WedderhoffAdministrador; Professor Universitário na Faculdade Doutor Leocádio José Correia (FALEC); e Conselheiro Editorial da revista SER Espírita.

Todos os Posts de: Paulo Henrique Wedderhoff