[kads group="topo-1"]


A Linguagem da Vida

A Linguagem da Vida

Que interessante olhar para o movimento de uma formiga.
Há em todos os seres vivos a dinâmica do existir.

Quando nos deparamos diante de um animal,
imediatamente alcançamos o seu olhar e ele nos alcança.
Há uma interação de vida.

Na diversidade do planeta observamos a beleza geológica.
Que cores firmes, os barrancos, a terra, os lugares, apresentam.
Que maravilha os matizes do verde dos vegetais, da natureza.

Que enigma, que faz todos pensarem, a pedra que rola.
Na observação das águas dos rios, o desconhecido no movimento.
Os mares e a imensidão da água.
Os lagos, o aspecto manso, sereno, refletindo os lugares, as
coisas.
As poças d’água sempre informando a vida, fazendo a formação.

Nas relações de cada um com o todo,
encontramos uma integração da totalidade com cada um.
Portanto, sentimos a unidade
e, assim, fazemos o fortalecimento da
nossa identidade.

Sendo o ser, buscamos alcançá-lo através de todas as coisas,
de toda a vida que enxergamos, que percebemos.

É fantástico o pulsar da vida pulsando no nosso ser.
Sendo as pulsações do conjunto,
somos o ser na marcha evolutiva,
na consciência permanente de nunca deixar de ser.

 

Texto extraído do livro
Na busca do meu ser, a indeterminação e a incerteza em 01 de abril de 2016

Compartilhe: