[kads group="topo-1"]


A vida nos pródromos da vida

A vida nos pródromos da vida

A missão do espírito humano na construção do seu
espaço.
A incipiência da concepção do mundo.
A dúvida e a incerteza de alcançar a percepção.
O pálido fluxo de constituir a força da consciência.

O ser no andamento crítico do próprio ser,
vislumbres de luz, horizontes maiores, o movimento do
ser.

Muitos encontros e desencontros, a experiência e o ser.

Os espaços construídos e desconstruídos, a alegria e a
dor, o ser.

Os nascimentos na Terra, as promessas, as linguagens,
o ser e a visão.

A morte, as tristezas, as indagações, a negação e a
afirmação.
O ser em evolução.

O conhecimento, a essencialidade da
esfera do mundo,
o ser perguntando.

A sabedoria, a interação, o trabalho, a
construção da realidade,
o ser e o devir.

Na linha evolutiva, os muitos e os poucos
na composição da satisfação.
O ser indagando ao ser.

Na visão crítica de se afirmar, se eternizar,
dizer que é,
a religião e o ser.

O mundo, a Terra, o Universo, o Cosmos,
a cadeia da vida, o ser.

O pensamento, a memória, a
aprendizagem,
o ser no seu esplendor de ser o eu, a
consciência de si mesmo,
o ser na projeção do próprio ser.

 

Texto extraído do livro
Na busca do meu ser, a indeterminação e a incerteza em 28 de outubro de 2016

 

Compartilhe: