[kads group="topo-1"]


ADEUS CORAÇÃO DE PEDRA!

ADEUS CORAÇÃO DE PEDRA!

Muitos reis e impérios poderosos brilharam neste mundo e quando pareciam eternos ruíram com o passar dos anos, alguns até sumiram completamente deixando alguns vestígios de sua existência… Esses poderosos da antiguidade colocaram nos bens materiais e no brilho do ouro as suas vidas. Infelizmente, ainda cometemos esse mesmo erro. Caminhamos para o abismo do materialismo supondo que seremos lembrados por conta do poder e dos bens que juntamos ao longo da vida. O que realmente deixará a nossa marca para a eternidade é o bem que cultivamos em nossos corações e ações. Tudo o que é material se desfaz com o tempo, mas as boas ações, o amor que compartilhamos ficará gravado na alma das pessoas que conviveram conosco.

Enquanto a maioria das pessoas quer ser celebridade e ter seus minutos de fama, alguns estão trabalhando em prol do seu próximo sem que ninguém veja. Os que querem ser aplaudidos pelo mundo sentem um vazio imenso após serem esquecidos com a mesma rapidez com que foram ovacionados. Os que trabalham e auxiliam o próximo sem alarde constroem em seus corações a muralha da simplicidade. A simplicidade faz com que olhem o outro como um irmão e sem preconceito algum estendem a mão a todos que necessitam de auxílio.

Em vez de deixar o orgulho nos cegar e invejar o nosso próximo, nós deveríamos aprender as lições de Jesus e na simplicidade de seus exemplo fazer a transformação necessária. A vida seria muito tranquila e cheia de alegrias se nos uníssemos no amor fraternal e na simplicidade de ser humano. O excesso de materialismo tem endurecido os corações. Os corações de pedra tem contribuído para que nosso mundo seja violento e egoísta. Esta na hora de amolecermos os nossos corações pelo amor, porque pela dor já estamos machucados e cansados… Adeus coração de pedra! Para o bem de todos é preciso cultivar o amor, a simplicidade e os bens espirituais. Somente assim aliviaremos o peso da dor que por ignorância espiritual já causamos e iluminados pelo amor encontraremos o caminho traçado por Jesus há mais de dois mil anos.

LUCY A. C. TAVERNEZI

Compartilhe:

Sobre o Autor

Lucy Alves Tavernezi

Lucy Alves TaverneziFormada em Comunicação Social pela OSEC-SP; Participante de grupos de Estudos Espíritas na Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas (SBEE).

Todos os Posts de: Lucy Alves Tavernezi