[kads group="topo-1"]


Aprender a aprender

Aprender a aprender

     Como bem sabemos, um dos principais propósitos de nossa vida material é o de aprendermos tanto quanto possível de modo que possamos – cada um segundo seus méritos e suas necessidades – nos aprimorar a fim de conseguirmos gradativamente superar nossas imperfeições assim como alcançar uma visão cada vez mais clara e profunda da realidade e das razões de nosso existir.  Aquilo que muitos buscam, mas poucos conseguem alcançar – que é um sentido para suas vidas – pode ser atingido na medida em que formos nos apercebendo da importância que o aprendizado tem nesse processo.
     Ora, se somos capazes de perceber a capital importância que o aprendizado tem em nosso processo de ascensão espiritual, é de cabal relevância que estejamos sempre atentos para torná-lo o mais efetivo possível. Se nossa passagem pela Terra pode ser comparada a uma ida à escola, na qual esforço e mérito serão rigorosamente avaliados e recompensados de acordo com a mais sublime justiça, seria ao menos prudente que procurássemos aproveitar essa oportunidade da melhor maneira possível.
     Além de nossos processos de educação formal é importante percebermos o papel fundamental que a leitura tem nesse processo. Não tratamos aqui apenas da leitura formal, mas também de uma atenta leitura de mundo, que nos permita fazer uma série de observações empíricas também essenciais para atingirmos nosso propósito.
     Ademais, sendo os livros a principal fonte de informação e conhecimento ao nosso alcance, é essencial que cada um consiga desenvolver hábitos mais efetivos de leitura, buscando nesse particular realizar sempre uma alternância entre suas diversas áreas de interesse e também entre o clássico e o atual. Com isso, estaremos sempre contribuindo com o fomento da massa critica necessária para implementarmos as grandes transformações que tanto pretendemos.
     Aos que pensam em enriquecer, nunca é demais lembrar que ao deixarmos a Terra ficarão para trás absolutamente todos os bens materiais conquistados, mas que carregaremos conosco tudo aquilo que somos e que aprendemos, residindo aí a verdadeira e única riqueza, que seguirá conosco de forma perene.
     Se deixarmos de lado aquela vetusta visão de que a vida consiste em uma sucessão de problemas e de castigos, passando a enxergar todas as situações que enfrentarmos como preciosas oportunidades de aprendizado, certamente conseguiremos encontrar muito mais satisfação e plenitude na superação desses desafios. Facilmente percebemos que a forma como enxergamos determinada situação faz toda a diferença e que quanto maior for o nosso conhecimento (especialmente de nós mesmos), maior será nossa serenidade em qualquer situação e melhores serão as escolhas que tomaremos.
     Importa estarmos sempre e cada vez mais atentos para o aproveitamento que estamos fazendo de nossas existências. Oportunidades desperdiçadas não voltam atrás nem se reptem com facilidade. É preciso estarmos preparados quando cada uma dessas oportunidades surgir para que delas possamos tirar sempre a melhor lição possível.
Rodrigo Fontana França

Compartilhe:

Sobre o Autor

Rodrigo Fontana França

Rodrigo Fontana FrançaAdvogado e Coordenador de Grupos de Estudos Espíritas na Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas (SBEE) e no Centro Espírita Antonio Grimm (CEAG)

Todos os Posts de: Rodrigo Fontana França