[kads group="topo-1"]


ARMADILHA PERIGOSA

ARMADILHA PERIGOSA

Sabemos o quanto é importante fazer um planejamento das atividades diárias para não nos perdermos com relação a prazos e também não desperdiçarmos o nosso valioso tempo. Entretanto, não podemos nos tornar seres neuróticos por não termos conseguido cumprir algumas metas… Vivemos em um mundo de transformações constantes e certamente muitas contingências surgem pelo caminho. Quando resolvemos nos cobrar excessivamente atraímos certos desconfortos físicos. É preciso compreender que somos seres falíveis e vamos tropeçar em muitas pedras até aprendermos as lições da vida.

É muito bom quando nos policiamos e prestamos atenção onde estamos falhando, mas isso não pode ser algo que nos faça sofrer e perder a saúde. Tudo na vida depende do bom senso e equilíbrio. Em alguns momentos são os desafios em família, em outros os de saúde e assim alguns projetos acabam estacionados até que possamos retornar ao nosso equilíbrio natural e darmos continuidade. Não sabemos quais são as matérias que devemos aprender no curso da vida e esquecemos de que Deus em sua sabedoria sabe tudo sobre cada um de nós.

A Universidade da vida é perfeita e não erra quando aplica os testes em seus alunos. E nós que estamos nesse curso devemos nos autoconhecer, cultivar a fé e a confiança em Deus, sermos organizados e aprendermos qual o nosso possível para não nos esquecermos da nossa falibilidade humana. É muito importante não exagerarmos nas cobranças de planejamento, pois fatalmente poderemos cair na armadilha perigosa de ser a “vítima” que apenas reclama e estaciona por pensar que os desafios só aparecem em sua trajetória de vida.

Lucy A. C. Tavernezi

Compartilhe:

Sobre o Autor

Lucy Alves Tavernezi

Lucy Alves TaverneziFormada em Comunicação Social pela OSEC-SP; Participante de grupos de Estudos Espíritas na Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas (SBEE).

Todos os Posts de: Lucy Alves Tavernezi