[kads group="topo-1"]


Como resolver o conflito entre ciência e fé, com respeito a Deus?

Como resolver o conflito entre ciência e fé, com respeito a Deus?

O filósofo contemporâneo Albert Jaqguard, em seu livro Filosofia para não Filósofos, explica que a ciência não utiliza o verbo “crer”; ela se contenta em propor modelos explicativos da realidade e está pronta para mudar de ideia sempre que surgir alguma contradição. Se o conhecimento está sempre em expansão, afirmar que já temos no presente o domínio de todo o conhecimento seria semelhante a dizer que tudo que poderia ser inventado pelo gênio humano já o foi. Assim sendo, manter a mente aberta a novas possibilidade é garantia de manter-se sintonizado em um Universo que nos surpreende a cada instante. A ciência, com suas metodologias para lidar com o que é material e sujeita a peso e medida, não tem como fazer afirmações sobre Deus. Contudo, alguns cientistas já não conseguem negá-lo. Consta que Albert Einstein fez duas afirmações: “Quanto mais acredito na ciência, mais acredito em Deus” e “O Universo é inexplicável sem Deus”. Andrews Millikan, prêmio Nobel de Física em 1923, pela descoberta da carga elétrica elementar, afirmou que “a negação de Deus carece de base científica”.

Compartilhe: