[kads group="topo-1"]


Edição 27

edicao27

 

O LADO DOCE (E ÁRDUO) DE SER MULHER –

Nesta edição a SER Espírita convida seus leitores a estenderem o olhar sobre os espíritos que reencarnam em corpos femininos. Já é de conhecimento dos espíritas de que os espíritos não têm sexo. Mas também já sabemos que, ao entrarem na “fila” do reencarne, podem escolher ou ser submetidos a reencarnar em um corpo feminino. Mas por que, afinal, reencarnar mulher, e não homem?
Para quem ainda não pensou nisso, convidamos a fazer algumas reflexões: será que reencarnar mulher não seria a oportunidade do espírito viver um grande desafio? Sem demérito nenhum para o sexo masculino – que também tem que enfrentar determinadas dificuldades na Terra, reencarnar mulher é sim uma grande missão. Missão recheada de desafios: o desafio de sofrer a dor do parto e de ser mãe; o desafio de conviver com determinadas sensações que só as mulheres têm, como por exemplo o ciclo menstrual; o desafio de ser a irmã mais velha – ou mais nova; o desafio de dar conselhos a uma amiga; os desafios da vida em um mundo em que ainda existe machismo e preconceito, em um mundo onde elas ainda recebem salário menor do que eles; onde, em alguns países, elas sequer podem mostrar o rosto, são estupradas e, muitas vezes, ninguém é punido. Assim, cuidar da mulher torna-se urgente na sociedade atual, seja ela qual for, em qualquer lugar do mundo.
Nesta edição, também trazemos para os leitores uma entrevista com o jornalista Marcel Souto Maior, autor do livro Kardec, A Biografia. Ele conta com exclusividade para a SER Espírita porque novamente decidiu desvendar a vida de um espírita. O jornalista já pesquisou a vida de Chico Xavier, cujo resultado foi publicado no livro As Vidas de Chico Xavier. Ele ainda revela alguns detalhes sobre o filme que retratará a vida de Kardec, que deve ser filmado neste ano. O longa será baseado em seu livro. Na seção Carreira, outro convite à reflexão: por que não mudar de trabalho ou de área? Basta ouvir o seu coração e buscar o que te faz ainda mais feliz.

Boa leitura!

 

 

Compartilhe: