[kads group="topo-1"]


Exaltação a um homem de bem

Exaltação a um homem de bem

Há exatos 130 anos, em 18 de maio de 1886, o médico parnanguara Leocádio José Correia despedia-se das lides telúricas acometido por uma fatídica febre perniciosa. Ao longo dos 38 anos em que estivera encarnado, foi médico, ator, escritor, jornalista, orador, poeta, inspetor de ensino, político, pai de família, e, acima de tudo, um homem de bem, que sempre teve os olhos voltados às minorias, aos párias da sociedade, aos excluídos e mais necessitados não tendo nunca medido esforços para defender e tratar sua carente clientela especialmente do litoral do Paraná onde ele próprio vivia.
Antes de sagrar-se como um médico de escol, chegou a ser seminarista – como era próprio dos jovens de bem da época – até se aperceber que sua missão daquela vez era outra e que era curando os necessitados que ele encontraria sua maior satisfação. Fez de sua vocação um verdadeiro sacerdócio que desempenhou com brilhantismo em vida e continua a desempenhar enquanto desencarnado.
Alguns anos após o seu desencarne, passou a se manifestar espiritualmente, primeiramente em Santa Catarina e, a seguir, no Paraná onde atua diuturnamente até o presente momento no sentido de semear, fortalecer e disseminar a mensagem espiritista, já tendo ajudado milhões de pessoas a se curarem, se equilibrarem, e principalmente a encontrarem um novo sentido em suas vidas se engajando nas lides espiritistas.
Tal como um bandeirante, soube abrir o caminho para a mensagem espírita em terrenos muitas vezes inóspitos e bastante difíceis de penetrar. Tal como um experiente agricultor, soube lançar as sementes na hora, no lugar e no momento certo, para que aos poucos elas germinassem e frutificassem. Tal como um vocacionado professor, sabe pacientemente conduzir a cada indivíduo para que faça as descobertas e transformações necessárias, encontrando seu equilíbrio e aquilo que de melhor tiver a oferecer.
Merecedor de toda sorte de encômios, conquanto nunca os tenha almejado, tendo feito tudo o que fez – e ainda faz – simplesmente por ter alcançado uma capacidade ímpar de fazer renúncia voluntária em prol dos necessitados – tanto física quanto espiritualmente –, em prol da construção de um momento novo de maior compreensão e solidariedade, em prol de uma portentosa missão de trazer a cada um de nós um pouco da boa nova, de despertar em cada indivíduo aquilo que de melhor ele possa oferecer, de pacientemente nos chamar a atenção para aquilo que realmente importa.
Mesmo desencarnado, ainda atende à sua clientela de parcos recursos materiais, estando engajando em uma série de complexas frentes de trabalho ao redor do orbe terrestre. Ao longo de mais de 60 anos, foi um dos principais responsáveis pela construção da Sociedade Brasileira de Estudos Espiritas (SBEE), onde, através do médium Maury Rodrigues da Cruz, segue até hoje à atender e instruir todos aqueles que o procuram.
Palavras não são suficientes para expressar todo o contentamento que sentimos por podermos conviver com esse grande amigo que é o Dr. Leocádio. Somos eternamente gratos por termos, a partir do convívio com o senhor, podido nos tornar pessoas melhores e mais serenas. Saiba que nos espelhamos muito em seu exemplo e que rogamos a Deus para que sejamos merecedores de continuar lutando ao seu lado as boas lutas reservadas aos homens de bem. Muito obrigado, amigo!
Rodrigo Fontana França

Compartilhe:

Sobre o Autor

Rodrigo Fontana França

Rodrigo Fontana FrançaAdvogado e Coordenador de Grupos de Estudos Espíritas na Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas (SBEE) e no Centro Espírita Antonio Grimm (CEAG)

Todos os Posts de: Rodrigo Fontana França