[kads group="topo-1"]


Fazer bem feito

Fazer bem feito

O “fazer bem feito” é um conceito extremamente importante. Com sua aplicação tudo fica melhor em casa, nas relações, no trabalho. E certamente a ação material tem fundamento interno, já que “o espírito é o ator e o portador da cultura” (Espírito Leocádio José Correia).Assim, certamente podemos concluir que quando vemos coisas bem feitas elas estão baseadas em uma consciência de quem as faz. E assim se apresenta uma oportunidade interessante de avaliar nossos fundamentos interiores.

O “fazer bem feito” começa dentro de nós, e portanto cabe pensar sobre “por que entendemos que deve ser bem feito?”. Com essa análise vamos alcançando que queremos as coisas bem feitas porque desejamos deixar um exemplo bom, porque não queremos prejudicar pessoas ou o ambiente, e assim por diante.

Mas, será que esse “fazer bem feito” não se aplicaria a nosso próprio interior? Em outras palavras, como estamos “construindo a nós mesmos”? Estamos pensando sobre o que vamos encontrar quando olharmos para dentro de nós mesmos? Afinal, muitas vezes nos preocupamos sobre o que vamos encontrar quando olhamos a organização da casa, do ambiente de trabalho, o que sem dúvida é também muito importante. Mas, como está a nossa organização interna?

Nossos pensamentos são limpos? São organizados? São éticos?
Nossos sentimentos são morais? Ou ainda obedecem aos instintos de busca de poder, satisfação de caprichos, etc.
Fazer bem feito é sem dúvida uma premissa importante para todos os dias, e traz resultados muito bons.
E quanto mais aplicarmos este princípio na construção interior melhor será a nossa vida.

 

Nelson José Wedderhoff

Compartilhe:

Sobre o Autor

Nelson José Wedderhoff

Nelson José WedderhoffEngenheiro Eletrônico; Professor Acadêmico na Faculdade Doutor Leocádio José Correia (FALEC); Coordenador de Grupos de Estudos Espíritas; e Conselheiro Editorial da revista SER Espírita.

Todos os Posts de: Nelson José Wedderhoff