[kads group="topo-1"]


Na grande crise, a dor, as expectativas

Na grande crise, a dor, as expectativas

Que interessante, cada um enxerga de acordo com o local em que
se encontra, portanto, faz perspectivas.

O homem, nos caminhos da Terra, quer sempre mais
conhecimento, tem consciência que representa liberdade.

A luta é diária, a mais forte é com o seu próprio ser.
Numa inconsciência que chama atenção, a linguagem é sempre de
alerta, liberta-se.

O medo faz insegurança em todos os sentidos.
O que podia ser resolvido agora se estende para depois.

Há uma consciência de dificultar, de si para si mesmo, os
desempenhos.
A falta de domínio do seu próprio ser, o expõe a um permanente
estado de cansaço, deprecação, miséria humana.

A insatisfação toma conta de toda a vida.
A felicidade acontece como relâmpago.
Portanto, há um permanente estágio de dúvidas, apreensões.
Nunca faz presença no presente.

As dificuldades o impedem de revisitar o futuro.
Na graduação da própria vida vai desleixando.
A tristeza é um alimento diário, que se busca vencer fazendo
caiação falsa.

Substancialmente nada muda, o pensamento é viciado, a
linguagem é produto da colonização, os usos, os costumes, a
moda, fazem domínio.

A individualidade fica muito fraca, a vontade é combalida, os
projetos sem fundamentação lógica.
O cotidiano é um viver sem sentir, que só vai despertar, quem
sabe até gritar, clamar, quando a dor, a desilusão, compuserem
feridas, lesões.

Como já há um enfraquecimento, uma debilidade, torna-se
difícil reagir.
O caminho é de suportar, de deixar a vida sucatear, de perder
cada vez mais, esquecendo que ele é sujeito ativo, que depende
de si para mudar.

É preciso que cada um, na sua dimensão de ser, seja capaz de
dizer eu quero.
Só assim será possível viver a luz da liberdade, sendo a
felicidade na consciência do ser.

 

Texto extraído do livro
Na indagação, a descoberta do meu ser em 28 de março de 2014

#SociedadeBrasileiraDeEstudosEspiritas #SBEE #ImprensaSBEE
#AntonioGrimm #espiritismo #espirita #DoutrinaEspirita
#MauryRodriguesDaCruz .

Compartilhe: