[kads group="topo-1"]


O Meu Ser no Caminho de se Autoconhecer

O Meu Ser no Caminho de se Autoconhecer

Que interessante o movimento do crescimento para além do que sou.
Ontem falando com o hoje, construindo o amanhã,
para retornar dinamicamente ao ontem,
num processo de permitir que eu vá além daquilo que sou.

O cotidiano colorido, diverso, nunca o alcanço por inteiro.
Basta observá-lo um pouco
para perceber a deficiência no meu olhar rapidamente.

Quando consigo ver as coisas pequenas,
não sei integrá-las nos conjuntos que as compõem.
Na observação das coisas grandes,
fica-me a impressão da impossibilidade de alcançá-las.
Portanto, do micro ao macro, sofro com a dificuldade
do fazer ajustamentos nos devidos conjuntos culturais,
criando em meu ser vazios, indagações sem respostas.

Há dias que parece que tudo está em desarmonia.
Enquanto que em outros
tenho a sensação de conjuntos harmônicos
perfeitos.

Avaliando o meu ser, vou me alcançando,
compondo autoconhecimento,
fazendo, no processo da vida, o crescimento da
minha identidade.

Na iluminação do saber, sou.
Na consciência de ser a fé no Creador, alcanço a liberdade.

No caminho evolutivo do meu ser, consigo, com algumas dificuldades,
fazer a expressão daquilo que sinto, que sou.

Tenho que cuidadosamente não deixar de operar,
de assimilar, as informações que todos os dias,
a cada segundo de consciência, povoam o meu ser.

Que formidável o mundo que, no pleno
movimento, me permite,
na busca permanente do meu ser, me alcançar,
viver, ser.

 

Texto extraído do livro
Na busca do meu ser, a indeterminação e a incerteza em 08 de abril de 2016

Compartilhe: