[kads group="topo-1"]


O que você tem a oferecer de bom?

O que você tem a oferecer de bom?

Razões diversas nos levam a estarmos atentos aos erros, ao que não está bom, ao que nos parece ruim. Somos críticos. E essa postura é até necessária em vários momentos, pois precisamos garantir que produtos funcionem, que tudo ocorra de acordo nos eventos que organizamos, que as refeições que fazemos sejam adequadas, por exemplo. Estarmos atentos aos detalhes e à prevenção nos ajuda na construção de acertos, que são importantes para uma vida cada vez melhor.

Mas também é importante olharmos o que já está bom. O que já está adequado. O que já é agradável. Principalmente em nós mesmos. Isso porque, com absoluta certeza, temos em todos nós muitas coisas boas! Faça esse exercício: o que é bom em você? O que você gosta em você?

Todos temos muito a melhorar, o que é natural. Estamos na Terra justamente para isso. Mas como espíritos existimos há muito tempo, já aprendemos muitas coisas, e temos muitas coisas boas em nós. É importante buscarmos perceber o que há de bom em nós, e também nos outros. Essa visão nos ajuda a reconhecer situações onde podemos ser úteis, onde podemos fazer algo bom, onde podemos contribuir para mudanças, justamente empregando o que temos de bom: a serenidade, a organização, o empreendedorismo, o hábito da leitura, a facilidade com línguas, a facilidade para falar ou escrever, a paciência e a compreensão, o autocontrole, etc.

Reconhecer e compartilhar o que existe de bom em cada um de nós ajuda a fazer o mundo ser melhor.

Nelson José Wedderhoff

Compartilhe:

Sobre o Autor

Nelson José Wedderhoff

Nelson José WedderhoffEngenheiro Eletrônico; Professor Acadêmico na Faculdade Doutor Leocádio José Correia (FALEC); Coordenador de Grupos de Estudos Espíritas; e Conselheiro Editorial da revista SER Espírita.

Todos os Posts de: Nelson José Wedderhoff