[kads group="topo-1"]


PRESTAR ATENÇÃO

PRESTAR ATENÇÃO

Todos os homens podem colher os resultados positivos de sua caminhada evolutiva se fizerem treinamento para satisfazer a necessidade humana, que podem chamar “a sensibilidade benéfica da atenção”.

A pessoa que melhor alcança a interação e a compreensão para com o próximo é aquela que consegue fazer o exercício crítico de prestar atenção.

O homem não deve esquecer que cada um tem, muito forte em sua pessoa, a necessidade de ser ouvido. A desconsideração a essa desejada atenção dá origem à insatisfação, à dor psíquica, que algumas pessoas não sabem suportar sem agredir. A criança que grita, chora, reclama, o adolescente que protesta, o adulto que fala alto, em tom agressivo, o companheiro que está sempre se queixando, a mulher que se enfeita para chamar atenção, o sujeito que esbraveja, grita, faz desordens, aquele que não sabe suportar a vitória alheia, não consegue trabalhar em grupo, todos estes estão expressando claramente o grito de socorro, de desespero e de angústia, que significam: “Eu quero atenção! Eu quero ser amado!”.

A sensação de rejeição constrange, fere, enquanto que a atenção promove, dá alegria, cura a angústia.

É fundamental que o homem aprenda a fazer o permanente exercício de dar atenção ao seu próximo – só assim compreenderá que, para viver em equilíbrio na diversidade da terra, precisa se interessar mais pelos outros. O amor constrói, liberta e ensina a ser feliz.

A atenção no homem que se autoconhece assume tantas maneiras, formas, expressões, quantas forem as necessidades humanas.

Quando o homem procura se espiritualizar, a sua atenção é apoiada pela afeição; o amor e a tolerância para com todos é plena e respeitosa.

Para vencer as crises é preciso prestar muita atenção no mundo, nas pessoas e nas coisas, amando com coragem e despretensiosamente o seu igual, como se fora seu irmão.

Cada homem desempenha os seus papéis existenciais procurando impressionar, se comunicar e receber atenção, aprovação, do seu próximo, da sociedade humana.

A todo aquele que souber dar atenção à vida, ao seu semelhante, os dividendos voltam derramando-lhe amor, luz e compreensão.

Respeito, luz e amor.

Compartilhe: