[kads group="topo-1"]


Se numa encarnação sou Paulo, noutra José e em outra Maria, qual seria minha identidade no plano espiritual?

Se numa encarnação sou Paulo, noutra José e em outra Maria, qual seria minha identidade no plano espiritual?

Cada um de nós é um espírito, e como tal, fazemos a vivência de diferentes papéis ao longo das encarnações. Em cada uma aplicamos os conhecimentos acumulados ao longo da nossa trajetória e coletamos novos conhecimentos. É semelhante à própria vivência na Terra. Olhe seu álbum de fotos e você verá as imagens de um bebê, de um menino, de um adolescente, de um jovem estudante e assim por diante. Assim, qual desses personagens é você? Será que você não é a resultante de um pouco de cada um, com ênfase no momento atual? Além disso, a vivência como homem ou mulher só tem significado na Terra, pois o espírito não tem sexo. Nas edições 22 e 27 da revista SER Espírita trabalhamos as ideias de espíritos e papéis encarnatórios. Na edição 22, a pergunta da capa era: “Sou um espírito ou tenho um espírito?” Na edição 27 tratamos o tema: “Reencanar Mulher: opção ou necessidade evolutiva?” ⎯ evidentemente, a mesma pergunta se enquadraria para o papel masculino.

Compartilhe: