[kads group="topo-1"]


Se o espírito deixou algo por fazer aqui na Terra, ele não teria o direito de optar por continuar aqui, mesmo estando desencarnado?

Se o espírito deixou algo por fazer aqui na Terra, ele não teria o direito de optar por continuar aqui, mesmo estando desencarnado?

Há determinadas leis naturais que limitam nosso livre-arbítrio. Existir, encarnar e desencarnar, por exemplo. Os espíritos usam o exemplo da rolha e do chumbo em vasilhame com água para exemplificar esse processo. Eles explicam que é o peso do chumbo que puxa a rolha para baixo da superfície da água. Se a linha se rompe, cada elemento segue sua lei. O chumbo não consegue flutuar e a rolha não consegue ficar submersa. Em nosso caso, o chumbo é o corpo e a rolha é o espírito, enquanto a água é o polissistema cultural material. Ao mesmo tempo, perceber que deixou coisas por fazer também é um aprendizado; dali pra frente, sendo um espírito imortal, quando reencarnar dará mais atenção às prioridades, tanto no mundo espiritual quanto no material.

Compartilhe: