[kads group="topo-1"]


Vamos aprender…

Vamos aprender…

Aprender é um processo natural; conforme vamos vivendo, vamos aprendendo. Logo, aprenderemos tudo.

Mas cabem algumas perguntas: como vamos aprender? Será pelo amor? Ou pela dor? Muito provavelmente vivenciaremos os dois modos, e conforme formos evoluindo tenderemos a experimentar mais o aprendizado pelo amor. E como vivemos os resultados de nossas ações, portanto das nossas relações com o ambiente e com as pessoas, vamos aprender pelo amor quando conseguirmos “pensar antes” de agir, usando o referencial ético e nos colocando como objeto de nossas ações. Ao contrário… quando não fizermos isso, acabaremos agindo sem uma visão tão abrangente do resultado, e mesmo a longo prazo vivenciaremos a dor decorrente da consciência de que não agimos eticamente.

Vivemos isso quando olhamos para trás e percebemos que não tratamos pessoas como deveríamos… ou mesmo o ambiente, a natureza.

Tratando especificamente do outro, do nosso próximo, do nosso irmão… o desafio de conseguir tratá-lo como um igual não é pequeno, mas é recompensador. E algumas reflexões podem nos ajudar…
– Gostaríamos de ouvir o que falamos para as outras pessoas?
– Gostaríamos de saber que falam de nós o que falamos das outras pessoas?
– Aceitaríamos o tratamento que estamos oferecendo às outras pessoas?

Em resumo… já que vamos aprender, não seria melhor que fosse pelo amor?

Nelson José Wedderhoff

Compartilhe:

Sobre o Autor

Nelson José Wedderhoff

Nelson José WedderhoffEngenheiro Eletrônico; Professor Acadêmico na Faculdade Doutor Leocádio José Correia (FALEC); Coordenador de Grupos de Estudos Espíritas; e Conselheiro Editorial da revista SER Espírita.

Todos os Posts de: Nelson José Wedderhoff